books... what have you been reading lately?

Monday, 24 September 2012

Mundo Flo | bookmark

Terminei de ler mais um livro.
Depois da empolgante leitura d'O Hipnotista, ideal para levar de férias, foi a vez d'A Trilogia de Nova Iorque, na companhia de Paul Auster. Estava curiosa para ler este autor americano, embora dele tivesse muito poucas referências, para além da familiaridade do nome e da sua relação com o mundo do cinema.

Gostei de ler e recomendo, mas não posso dizer que me preencheu totalmente.
Narrativas que manipulam o leitor e personagens perseguidas - por outras, por si mesmas e pelo passado - que são arrastadas para uma espiral de descontrolo mental e perda de identidade, são pontos em comum entre os três contos com a mesma cidade como pano de fundo.
O último conto O Quarto Fechado, foi o meu favorito, mas a leitura dos três acaba por ser indissociável, porque, embora distintos, há pontos que se tocam e a mesma atmosfera de mistério a pairar no ar.

Agora, será a vez d'O Prémio, de Irving Wallace. Não me perguntem porque tive coragem de pegar num livro tão extenso, apenas meses depois de devorar o impressionante 2666, mas a lombada bem conservada com quase 40 anos que trouxe de casa dos meus pais, fez-me um sinal enquanto procurava a próxima leitura nas prateleiras da sala... por isso, depois de nos últimos meses ter lido seguidos vários livros de autores portugueses da última geração (entre eles José Luís Peixoto, Valter Hugo Mãe, José Eduardo Agualusa e Gonçalo M. Tavares - sem dúvida, para mim, a maior revelação de todos), parece que, inconscientemente, chegou a vez dos consagrados autores americanos.

E vocês, o que têm lido ultimamente?
O belo marca-livros que aparece na foto foi feito pelas mãos da Adriana, do Mundo Flo.
_

I finished reading another book.
After the exciting reading of The Hypnotist, ideal to take on holiday, it was the turn of The New York Trilogy, in the company of Paul Auster. I was curious to read this American author, although I had very few references besides the familiarity of the name and its relation to the world of cinema.

I enjoyed the reading and recommend it, but I can't say that it fulfilled me completely.
Narratives that manipulate the reader and persecuted characters - by others, themselves and the past - that are drawn into a spiral of mental uncontrol and loss of identity are points in common between the three stories with the same city as the background.
The last tale The Locked Room was my favorite, but the reading of the three ends up being inseparable, because although distinct, there are points in common and the same atmosphere of mystery hovering in the air.
Now is the turn of The Prize by Irving Wallace. Don't ask me why I dared to pick up a book so extensive, only months after devouring the impressive 2666, but the well preserved back of an edition with almost 40 years that I brought from my parents home made ​​me a sign while I was looking for the next reading among the shelves of the living room... so, after spending the past few months reading several books by some Portuguese authors of the last generation (among them José Luís Peixoto, Valter Hugo Mãe, José Eduardo Agualusa and Gonçalo M. Tavares - this one, for me, the biggest revelation of all), it seems that unconsciously it's now the turn of some well-known American authors.

And you, what have you been reading lately?
The lovely bookmark on the photo was handmade by Adriana, from Mundo Flo.

2 comments:

  1. Ultimamente, livros de viagens, assim sem sair do sofá pego na mochila e lá vou eu com os autores. Gosto muito do meu sofá mas de boa vontade o deixava para seguir viagem… contudo esta não deixa de ser uma boa maneira de captarmos a alma do locais, das gentes e da historia (passada e presente). Os dois últimos que “devorei” foram o “Caderno Afegão ” da Alexandra L Coelho e o “Do Ernesto ao Che” do Carlos C Ferrer (este fez-me sorrir e chorar). Entretanto da colecção do primeiro estou a acabar o “Disse-me um adivinho” e “Viva México” e a começar “Viagem de Autocarro”. Por entre estas leituras há anos que há sempre um livro relativo à 2ª Guerra Mundial mais precisamente ao Holocausto, sobre o qual nunca me canso de ler… e neste contexto estou a iniciar “Sem Destino” de Imre Kertész. Podia dizer mais porque tenho o mau habito de ler vários ao mesmo tempo até que um roube por inteiro a minha atenção mas ultimamente, é por aqui que viajo nas leituras :)

    ReplyDelete
    Replies
    1. Confesso que me atraem os livros de viagens (e ainda mais viajar!!) e já ouvi falar muito bem dessa colecção, mas quando chega a altura de pegar num livro para ler acabo sempre por pender para os romances/ficção :) e geralmente não leio mais do que um livro ao mesmo tempo.
      Obrigada por partilhares as tuas leituras, além do mais parecem-me boas dicas! Beijinho

      Delete

Ana Pina | blog

All rights reserved | Powered by Blogger

^