work in progress | the hands series

Monday, 17 October 2011

atelier | the mess (01)
atelier | the mess (02)
atelier | the mess (03)atelier | the green corner
atelier| the final result

Por mais que invista em tampos de mesa brancos e cadeiras confortáveis, quando desenho o que gosto mesmo é de espalhar papéis e canetas pelo chão... é estranho, mas é verdade... sobretudo quando o meu instinto criativo tem vontade de criar colagens - aí os papéis espalhados multiplicam-se e juntam-se a eles tesoura, cola e rascunhos que parecem só ter destino no lixo, mas que acabam combinados com outros em novas e surpreendentes composições.
Link
Os trabalhos da série {the hands} nascem assim, no meio de uma aparente revolução de papéis. Não faço esquiços prévios, não planeio nem sigo regras pré-definidas... sou só eu e os papéis, a conversar. A minha mão esquerda vai posando para a direita e as colagens vão surgindo naturalmente: junto cores de fundo, talvez algumas frases nascidas da inspiração do momento.
Geralmente prefiro usar um marcador sharpie de ponta fina para os contornos - assim ficam directos e expressivos, sem hipótese de voltar atrás. Alguns dos desenhos acabam por ter como destino o caixote do lixo, mas outros, que à primeira vista pareciam mal-amados, acabam por encontrar um lugar melhor para morar - às vezes a obra final nasce simplesmente a partir de um erro e é quando parece resultar melhor. É raro deitar fora os restos de papel que vão sobrando, podem sempre ser usados quando menos esperava.
No final, a composição vai sendo arrumada e dimensionada: uso um molde com o tamanho de um A5, dimensão a que tem obedecido até aqui esta série, e recorto o que sobra - só aí nasce mais um trabalho terminado, assinado, datado e numerado.

Já não criava novos trabalhos neste formato da série {the hands} há bastante tempo... mas em breve, alguns estarão disponíveis na loja (ou através de encomenda por email), não só na versão original, mas também em postais e séries limitadas de reproduções assinadas e numeradas. Espero que gostem.


As much as I invest in white table tops and comfortable chairs, when I draw what I like most is to spread papers and pens on the floor... it's strange, but true... especially when my creative instinct wants to create collages - the papers scattered around are multiplied and followed by scissors, glue and drafts that seem only to have fate in the trash, but are eventually combined with others in new and surprising compositions.

The works of {the hands} series are born like this, in the midst of an apparent revolution of papers. I make no previous sketches, don't plan or follow pre-defined rules... it's just me and the papers, talking. My left hand poses to the right and collages arise naturally: I choose background colors, maybe write a few sentences born of the inspiration of the moment.
I usually prefer to use a fine tip sharpie marker to the contours - this way they're direct and expressive, with no chance to go back. Some of the drawings turn out in the trash, but others, who at first seemed unloved, find a better place to live - sometimes the final work arises from an mistake and that's when it seems to work out better. It's rare to throw away the scraps of paper that remain, they can always be used when least expected.
In the end, the composition will be arranged and dimensioned: I use a mold dimensioned like an A5, size that this series has obeyed so far, and cut out what's left - only then the work is done, signed, dated and numbered.

I haven't created new compositions for {the hands} series for a long time... but soon, some will be available in the shop (or through e-mail order), not only in the original version, but also in postcards and limited series of signed and numbered prints. I hope you enjoy.

2 comments:

  1. e é tão bom "mergulhar" nos papéis, sem regras ou planos, flutuar com eles:)

    adoro essas tuas prateleiras.
    e claro, estou ansiosa por conhecer os novos trabalhos.

    ReplyDelete
  2. Ha, that's funny to spread out on the floor! Clever too - a VERY BIG table you have then! :)

    ReplyDelete

Ana Pina | blog

All rights reserved | Powered by Blogger

^