travel + Lugo e muito mais

Sunday, 11 April 2010

Ainda vou a tempo de contar a viagem do último fim-de-semana!
Quatro dias em terras da Galiza, com muitos passeios, chuva, vinho branco da região e tapas à mistura. Viajamos de carro mais de 1000 km, mas foi em Lugo que ficamos.

O centro de Lugo é pequeno e convida ao passeio a pé: para percorrer as ruelas estreitas, para parar nas praças e para contornar o núcleo primitivo à cota da muralha romana - o ex-líbris da cidade.
A muralha, declarada Património Mundial pela Unesco está bem conservada e define o perfil e o modo de vida dos habitantes de Lugo. A passagem pelas suas portas leva-nos a entrar num mundo novo e quase totalmente pedonal e é frequente ver turistas e habitantes a percorrer a muralha, quer em modo de passeio, quer de corrida.

Lugo 04'10 (001)
Lugo 04'10 (029)


A Catedral é outro lugar de visita obrigatória. De origem românica e com inevitáveis posteriores adições, as torres da sua fachada são proeminentes e funcionam como ponto de referência na definição do perfil da cidade. Mas mais do que os edifícios, é através das pessoas que Lugo se expressa melhor - à noite as ruas enchem-se de gente, que percorre as taperias e bares para mais um copo ou um pincho. E nesses momentos nada melhor do que imitar os locais e experimentar o que as terras de Espanha têm para oferecer de melhor a nível gastronómico - desde as especialidades da região, como o pulpo à la feria, até às tapas já conhecidas e aos reconhecidos vinhos das Rias Baixas.

Lugo 04'10 (042)

Para além de Lugo visitamos também o Mosteiro de Santa Maria de Sobrado dos Monges, em terras vizinhas e pequenas povoações típicas como Vilalba, Mondoñedo e Ribadeo, já na costa Norte.

Sobrado 04'10 (05)

Destas viagens à descoberta destaco a praia As Catedrais (que se diz assim, em português e em galego), famosa pelas suas formações rochosas. O passeio à cota da areia só é possível quando a maré está baixa e é nessa altura que vale a pena descobrir as grutas e os contrafortes naturais que tornam este Monumento Natural único.

Ribadeo 04'10 (013)

O regresso teve como lugar de passagem Santiago de Compostela, cujo espírito nos acompanhou durante toda a viagem, pois eram muitos os peregrinos ao longo das estradas a percorrer o secular Caminho. Já passei por Santiago mais do que uma vez, mas continua a ser fascinante entrar na Catedral e percorrer a sua envolvente.
Neste último dia estava um sol capaz de fazer esquecer o mau tempo dos dias anteriores e regressei com a vontade de ficar mais um pouco deitada na relva do Parque de Bonaval, sobranceiro ao Mosteiro de San Domingos e ao Centro Galego de Arte Contemporânea, com vistas para o Conjunto Monumental... talvez noutra altura.

Santiago de Compostela 04'10 (005)
Santiago de Compostela 04'10 (021)

Podem ver mais fotos aqui.

Share

2 comments:

  1. Ao ver estas imagens senti tantas saudades da Galiza, onde os espanhóis são mais portugueses! A minha avó que era sevilhana de gema dizia que galego não era espanhol era português! :)

    ReplyDelete
  2. É mesmo! Na Galiza os espanhois entendem o nosso português e tudo :)
    E sempre que visito Espanha não consigo deixar de admirar aquela maneira de estar na vida - a forma como convivem e aproveitam o espaço público é invejável!

    ReplyDelete

Ana Pina | blog

All rights reserved | Powered by Blogger

^